Monday, May 27, 2024
InícioMeio AmbienteGabão: a caravana de animais… ameaçada

Gabão: a caravana de animais… ameaçada

neste arquivo

Uma estátua no estádio Friendship em Libreville em 21 de janeiro de 2012. © Francois Mori/AP/SIPA

Veja todo o resumo

Gabão: presidencial, legislativo, local… a contagem regressiva começou

  • Eleições no Gabão: lá vamos nós de novo para duas voltas!
  • No Gabão, por que somos brancos como o CEO?

Ambos foram selecionados pela Young African Leaders Initiative (Yali), competição internacional altamente seletiva criada pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Seguirão os treinos em Dakar, mas em momentos diferentes: Cédric Kenfack Tiogo em 2016, ainda a viver nos Camarões, o seu país de origem, e o gabonês Noël Delamar Edzang em 2018.

Foi no Gabão, onde Cédric Kenfack Tiogo entretanto se instalou, que os dois se conheceram, através da rede de ex-alunos do Yali Dakar. “Foi através desta rede, que me permitiu integrar-me no Gabão, que conheceu o Noël. E nos tornamos amigos. »

Quadrinhos e mini-livros

Ciente das perguntas ambiental, nomeadamente à proteção da biodiversidade, Cédric Kenfack Tiogo e Noël Delamar Edzang decidiram, em 2020, criar um projeto em conjunto. Seu engajamento cívico sempre teve como alvo os jovens. Assim, após uma fase de pesquisa de informação, decidir: o seu projeto, a que chamam “Caravana do Verde”, terá como foco a sensibilização dos jovens gaboneses para as espécies animais ameaçadas de extinção. Para isso, uma caravana deslocar-se-á às zonas florestais do Gabão, onde o problema é particularmente agudo.

Não é difícil para nenhum deles encontrar o seu lugar neste projeto que vão afinando dia após dia. Suas habilidades e experiências se complementam. Cédric Kenfack Tiogo, cartunista, designer gráfico e animador 2D, dirige a empresa J2M Productions. Especializada em eventos e agenciamento de artistas, ela toma a iniciativa – o suficiente para tranqüilizar os parceiros. Noël Delamar Edzang, coach de gerenciamento de projetos, que trabalhou no Fundo Mundial para a Natureza (WWF) Gabão de 2012 a 2017, cuida das questões financeiras. A ONG Appli, vocacionada para a formação e aconselhamento de jovens empresários, onde é responsável pelas relações públicas, vai ajudar a diversificar as fontes de financiamento do projeto.

A sensibilização dos jovens será feita com o auxílio de desenhos, pequenos textos apresentando o animais e contando sua história. “Nossos suportes são grandes painéis, camisetas, fichas e cartões apresentando os animais mais ameaçados de extinção. Também criamos histórias em quadrinhos e minilivros, com textos ilustrados ou na forma de perguntas e respostas e desenhos para colorir. Estamos na fase de protótipo e exemplar”, explica Cédric Kenfack Tiogo.

Etapas em Oyem, Lambarene e Gamba

A busca de parceiros (apoio financeiro, técnico e logístico) está em andamento. Os dois parceiros já obtiveram o acordo do WWF Gabão. A Agência de Parques Nacionais do Gabão (ANPN) fornece informações e estatísticas sobre animais, bem como informações práticas. As empresas florestais, petrolíferas e de telecomunicações abordadas confirmam seu acordo após receberem as informações necessárias para sua tomada de decisão. Os dois sócios estão trabalhando nisso.

Percurso detalhado passo a passo e orçado ao quilômetro mais próximo, necessidades de equipamentos e logística, produção de apoios… O orçamento, que contemplará vários formatos de patrocínio (dinheiro, serviços, etc.), está em fase de elaboração. A caravana deve começar até o final do ano. Para já, foram escolhidas três localidades para acolher a Caravana do Verde: Oyem (Woleu-Ntem), Lambaréné (Moyen-Ogooué) e Gamba (Ogooué-maritime). uma lista que desenvolver deitar-se.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments