Tuesday, May 28, 2024
InícioJustiçaOito réus no caso Bouthier encaminhados a um tribunal criminal no Marrocos

Oito réus no caso Bouthier encaminhados a um tribunal criminal no Marrocos

Oito colaboradores do ex-chefe francês Jacques Bouthier foram encaminhados a um tribunal criminal em Tânger, em particular por “tráfico de seres humanos” e “assédio sexual”, informaram os advogados das partes civis em 16 de março.

Os oito réus – seis marroquinos, incluindo duas mulheres, e dois franceses – estão sendo processados ​​por “tráfico de seres humanos”. humanos”, “Assédio sexual”, “incitamento à libertinagem” e “não denúncia de crimes tentados ou cometidos”, detalhou a advogada das partes civis, Nezha Khoubiza.

Quatro réus estão atualmente detidos, enquanto os outros quatro poderão aparecer em liberdade, disse Me Karima Salama, outro advogado. “Um não suspeito do caso, um francês, morreu em um acidente de trânsito recentemente”, acrescentou ela, sem maiores detalhes.

Crenças raras

O caso estourou no Marrocos após denúncias de ex-funcionários de uma subsidiária marroquina da gigante corretora Assu 2000 (rebatizada de Vilavi), registradas em junho de 2022 em Tânger. Os fatos alegados são produtos entre 2018 e abril de 2022 em Tânger filiais do grupo liderado na época por Jacques Bouthier.

Um total de seis demandantes entrou em ações civis. Eles testemunharam assédio sexual sistemático, ameaças e intimidações, em um clima de insegurança social. Confissões raras em Marrocos, onde as vítimas de abuso sexual são muitas vezes estigmatizadas pela sociedade.

Aos 76 anos, Jacques Bouthier foi indiciado e preso no final de maio de 2022 em Paris por tráfico de pessoas, estupro e agressão sexual a menores. Por outro lado, não é processado nesta fase Não Marrocos.

(com AFP)

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments